Monthly Archives: julho 2016

Animais morrem de fome em zoológico na Venezuela

Fonte: G1

Em meio à crise econômica na Venezuela, o maior zoológico de Caracas sofre com a escassez de alimentos e já contabilizou a morte de cerca de 50 animais nos últimos seis meses. Outros estabelecimentos também enfrentam dificuldades no país.
Os animais do zoológico público de Caricuao, o maior de Caracas, estão sofrendo por inanição, denunciaram trabalhadores do instituto governamental que supervisiona parques e zoológicos públicos do país. Já foram registradas mortes de porcos vietnamitas, antas, coelhos e aves.
“Eles passaram quase 15 dias sem comer, o que foi deteriorando a saúde deles”, disse à agência de notícias Reuters Marlene Sifontes, representante do sindicato do Instituto Nacional de Parques (Inparques).
O que acontece com os animais “é a metáfora do sofrimento dos venezuelanos”, acrescentou Sifontes, referindo-se a escassez de alimentos enfrentada pela população.
Leões e tigres vêm sendo alimentados com manga e abóbora para compensar as quantidades reduzidas de carne disponíveis. Um elefante come frutas tropicais em vez de sua dieta usual de feno, afirma a representante do sindicato.
A direção do zoológico Caricuao não quis comentar o assunto. Uma investigação foi aberta sobre a morte de várias espécies abrigadas no local, assim como um inquérito sobre o recente roubo de um cavalo que foi morto para comerem sua carne.
Escassez generalizada
A Venezuela vive uma das piores crises econômicas de sua história recente, agravada pela queda dos preços do petróleo e que resultou numa inflação de três dígitos, recessão e escassez.
A maioria dos zoológicos da Venezuela tem entrada gratuita e são administrados pelo governo, dependendo de verbas públicas para funcionar. A situação é ainda mais difícil em locais fora da capital.
Os administradores de zoológicos como o de La Laguna, no estado de Táchira, no sudoeste do país, pediram a colaboração de agricultores e comerciantes para conseguir frutas, verduras e carne para alimentar os animais.
O zoológico de Paraguaná, no centro do país, reportou em maio a morte de três animais, um indício de que o parque sofre com a falta de recursos econômicos, alimentares e medicinais para dar assistência a quase 300 animais. Entre os afetados estão seis ursos, que em condições normais consomem 16 quilos de comida por dia, mas que atualmente recebem apenas oito.

Califórnia aprova lei que dá segunda chance a cães explorados em rinhas

Fonte: Anda

A Califórnia acaba de se tornar o mais recente estado norte-americano a garantir que cães que foram explorados em lutas tenham uma segunda chance depois de serem resgatados.

Anteriormente, os cães que eram socorridos dos chamados “anéis de combate” eram automaticamente rotulados como violentos, o que normalmente resulta em uma sentença de morte para os animais, informa o Care2.

Infelizmente, essa designação não era apenas para os cães que usados para lutar, mas para todos os cães resgatados, independentemente da sua idade, saúde ou comportamento, o que inclui cães utilizados para reprodução, como iscas e filhotes.

Bombeiros do ES resgatam animais após desabamento em condomínio

Cães e gatos foram entregues aos donos.
Desabamento aconteceu durante a madrugada e deixou quatro feridos.

Fonte: G1

Por Iara Diniz – A Gazeta

Os animais de estimação dos moradores do Grand Parc Residencial Resort, na Enseada do Suá, em Vitória, foram resgatados pelos bombeiros na tarde desta terça-feira (19), após a área de lazer do condomínio desabar. Os cães e gatos foram entregues aos donos.

As torres do condomínio de luxo Grand Parc Residencial Resort, na Enseada do Suá, em Vitória, foram esvaziadas após toda a área de lazer desabar, na manhã desta terça-feira (19). Quatro pessoas ficaram feridas e uma morreu. O desabamento aconteceu por volta de 3h.

Os engenheiros responsáveis pelo Grand Parc liberaram a entrada dos moradores para a retirada dos pertences no prédio.

Foi permitida a entrada de uma dupla por apartamento, que tinha 30 minutos para retirar os objetos. A partir das 13h, foi feito um cadastro para liberar dez duplas por vez em cada uma das três torres.

Como o condomínio está sem energia, os moradores tiveram que subir pela escada. O Corpo de Bombeiros abriu um buraco na parede lateral do condomínio para a entrada dos condôminos e recomendou que os moradores entrassem de sapato fechado e pegasse documentos, remédios e roupas.

 

 

Luana, Luck e Vitor

Um maltês muito esperto que mora na Praia da Costa e se chama Luck!

Ele faz a alegria dos irmãos Vitor e Luana!

Fernanda e seu labrador Thor

Ele fez 2 anos em março e foi presente do meu esposo Rogério. Thor é um cão muito companheiro e não poderia ficar de fora das fotos da nossa filha Emanuelle!

Júlia e Ralph

Júlia e seu inseparável amigo Ralph fazendo pose para uma linda foto!

 

Eliane, Bolinha e a Toty

Eliane Silva com seus dois bichinhos: Bolinha, um cão da raça Lhasa de 5 anos e a York Toty, que foi adotada há três meses após ser abandonada em um pet shop.

É muito amor!!!